Recebam no email (=

Leitores lindos *-*

sábado, 28 de setembro de 2013

Resenha: Moulin Rouge - Amor em vermelho

Oi gente,

Hoje a resenha é de um filme, que tem como indicação no livro “fazendo meu filme” que é a minha segunda série preferida de livros, o nome do filme é “Moulin Rouge – Amor em vermelho”. E o filme é um musical, que se define assim...
A história se trata da cortesã Satine, que confunde um mero escritor com o Duque que ela espera, e como em todo filme de amorzinho, ela se apaixona no primeiro olhar, e a história se resume a Satine mesmo apaixonada por Christian (o escritor), não pode ficar com ele, pois o Duque irá transformá-la numa estrela, e para isso ela tem que ser “só dele”. Porém, Satine tem uma doença, que ao longo do filme só cresce, e Christian, que não sabe que sua amada sofre de tuberculose, não a deixa sozinha, sempre luta para que eles ficam juntos, e assim a história vai se passando...
O filme é incrível, chorei DEMAIS, os atores foram ÓTIMOS, nenhuma cena parece forçada ou algo assim, pra quem gosta de um bom romance, o filme tira de letra como emocionar as pessoas, além de ser um filme um pouco fantasioso e por suas músicas o deixar animado, o filme arranca lágrimas e sorrisos, como todo romance meloso tem seus momentos de fúria, mas mesmo assim, um ótimo filme, super recomendo.




Classificação: ****** (perfeito)

sábado, 7 de setembro de 2013

Resenha critica: Sobrenatural.

Oi gurizada! 
 Bom, hoje vim com uma nova resenha de filme...

 Sobrenatural é um filme de terror, que se trata de uma família que acaba de se mudar e começa a ser perturbada por espíritos, porém, não é a casa que está amaldiçoada, é seu filho, que quando dorme, sua alma sai do corpo para "vagar" por ai, deixando assim, o corpo físico vazio, para que outras almas o habitem.
 O caso acima, porém implica num filme onde o garoto citado, chama-se Dalton, e viaja para o além, e perde-se por lá, deixando seu corpo físico, cada vez mais perto de ser possuído, então sua família que está terrivelmente perturbada, decide chamar Elise, uma médium, que diz que o pai de Dalton, que também "viajava" quando pequeno, deve ir buscá-lo.
 O filme é muito bom, mas é pura fantasia, chama a atenção sim, e para um filme de terror dá muito medo, porém, tem umas partes muito fantasiosas.
 Para quem gosta de um bom filme de terror, é um tipo maravilhoso, dá pra sentir medo e se divertir.
Bom, espero que gostem,

Beijooos =*


terça-feira, 30 de julho de 2013

Favoritos do mês #1

Eu havia desistido do blog, por pouca gente seguindo e tal, porém, uma leitora fofa, pediu pra que eu voltasse a escrever, e que eu listasse aqui meus livros preferidos, então eu decidi fazer a cada final de mês um livro, um filme e um seriado do qual eu mais tenha gostado e escrever o porque, antes de tudo queria agradecer a Carolzinha por me incentivar com o blog, e dizer que é esse tipo de leitor que me faz gostar cada dia mais de ser uma blogueira (=
Bora?
   LIVRO:

Então, começando com o livro, estou lendo ainda um livro fascinante, que sinceramente não me dá vontade de parar de ler, que é do incrível John Green, e se chama "A culpa é das estrelas", sem muita enrolação, vou direto ao ponto pro post não ficar grande, o livro se trata de uma guria chamada Hazel, que tem 16 anos, e tem câncer, e sobrevive graças a uma droga que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus, que tem 17, ex-jogador de basquete que perdeu a perna, consequência do osteosarcoma, como Hazel, Gus é mega inteligente, e tem um ótimo humor, e entre outras coisas o livro vai se desenrolando.
 Ainda estou no começo do livro, porém eu estou amando, me faz rir e chorar ao mesmo tempo, e a cada página me interesso mais pela história, para quem gosta de um romance com um bom drama, eu super recomendo, e ao contrário do que eu pensava, o autor não focou somente na doença dos dois, mas também nos conflitos adolescentes.


FILME:

Bom, já o filme, vocês sabem que eu AMO romance,e a minha última  resenha foi desse filme tão lindo, e que me encantou tanto, bom nem preciso dizer o que pensei porque aqui já deixei o link pra vocês, eu super recomendo e espero também que vocês se encantem com o Boca, assim como eu me encantei, de verdade não vi filme brasileiro melhor do que esse, sempre evitei filmes brasileiros, porém esse me chamou a atenção pelo fato de que pode ser comprimido a uma temporada de malhação, "Desenrola" chama a atenção dos adolescentes para o fato do descoberta sexual e a gravidez precoce, bom, já deixei aqui meu favorito do mês.



SERIADO:


Fugindo um pouco do romance, mas não saindo totalmente dele, entra o seriado que mais me chamou a atenção nesse último mês, por entrar coisas sobrenaturais ( lobisomens,vampiros,híbridos,cópias), quem já viu, só nesse pequeno parênteses já entendeu o que eu quis dizer, bom a série que mais me chamou atenção nessas férias e que não consigo deixar de assistir desde então, foi "the vampire diaries" uma série que fala de um triangulo amoroso entre dois vampiros e uma humana (ou quase isso), Elena Gilbert, após perder os pais num acidente de carro, se vê perdida e sem ninguém, até que encontra Stefan Salvatore, que faz seu coração parar, além de sempre estar com ela, Stefan desperta um mistério, que faz com que Elena corra atrás dele sempre, porém aparece o malvado ( e delicioso) Damon Salvatore, irmão de Stefan, e a partir de um tempo, não sabemos mais quem faz o coraçãozinho da nossa boneca bater mais forte, bom a série traz diversas histórias e é muito boa, mesmo, estou amando, para quem não assistiu ainda, eu recomendo também, porque tem hora que te faz parar o coração rs 


Espero que tenham gostado,até o próximo #favoritos do mês, independente de qual seja sua opinião pode deixar um comentário aqui em baixo, responderei com carinho, obrigada e até o próximo post ;*








segunda-feira, 1 de julho de 2013

Resenha: Desenrola


              Oi, oi gente, hoje (depois de uma vida sem postar) vim falar de um filme que eu acho MARAVILHOSO, é brasileiro, não esperei muito, mas me surpreendeu, de verdade.
                       O filme fala de uma garota chamada Priscila, que é apaixonada por um surfista galinha (Típico filme mesmo) e que não quer nem saber dela, porém, uma hora eles ficam e ele desanima de ficar com ela porque ela é virgem, então surge um boato na escola, de que a nossa queridinha Pri transou com o Boca, o que é mentira, ele disse sob pressão, e ela se aproveita da situação pra ficar com o Rafa (o surfista), bom já dá pra imaginar que o que eles fizeram né? Bom, ai é que tá, a bonitinha da Priscila não sabe o que quer, não sabe quem quer e entra numa grande confusão sentimental, que vocês só vão saber se virem o filme...
    Bom gente, foi um filme que me fez chorar (novidade), e que eu gostei de verdade e super recomendo, bons atores, cenário, tudo, foi um filme que me fez pensar muito, toda menina deveria ver, fora que vemos o Brasil tendo cultura pra algo, mostrando algo para as pessoas, bom gente, é isso, obrigada e até a próxima resenha :)

Estrelinhas: ***** (perfeito)

beijos ;*

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Redução da maioridade penal.

   Hoje em dia a criminalidade está muito comum, e não só por homens formados, mas também por adolescentes, ou até mesmo crianças, os pestinhas de vez em quando tem até alguma arma, na maioria das vezes elas são pobres e por isso roubam, por querer ter o que por si próprio não tem. Grande parte do problema, é responsabilidade do governo, pois a má distribuição de renda dá poder a alguns e tira de outros.
 
   O grande problema da maioria dos criminosos é o fato de querer o que não pode ter. Deveria ser permitido sim a redução da maioridade penal, pois assim, pode ser que venha a diminuir bastante a criminalidade, porém, teria que ser feito também, várias novas cadeias, e teria que ser bem organizado, e reeducar todos os adolescentes, mas o Brasil não tem organização o suficiente para fazer isso.
 
   Se o Brasil desse a renda certa para todos, as pessoas não precisariam roubar, nem matar para ter o que querem, e não precisaria da redução da maioridade penal, pois os adolescentes não precisariam pegar coisas dos outros pra ter o que querem.





Espero que tenham gostado, até os próximos textos ;***

Minha primeira vez na Inglaterra.

   Estava no aeroporto me despedindo dos meus amigos, da minha família, e do meu namorado, o frio na barriga era grande, afinal, meu primeiro programa de intercâmbio e eu viveria uma vida nova na Inglaterra, ganharia uma nova família, uma nova casa, novos amigos, escola, entre outras coisas.
   Em minha volta, todos choravam, inclusive eu, seria um ano longe de todos, de tudo, teria que aprender a viver uma nova vida em Brighton.
   Chegou a hora, a partir do momento que entrei naquele túnel que me levaria ao avião, eu parei de sentir meu corpo, meu coração parou, e a partir desse momento o coração de uma nova Caroline nascia, fomos de Belo Horizonte até o Rio de Janeiro para fazer a conexão dos outros intercambistas para os seus devidos aviões, o voo foi longo, metade do tempo chorando e a outra metade dormindo, todos a minha volta tentavam me animar, em vão. Particularmente, eu tive medo de descer do avião, mas vamos lá.
   Peguei minhas malas e fui para o local onde minha nova família me esperava, a minha "irmã" veio correndo em minha direção e arranhando um português que me fez rir disse que eles estavam felizes em me receber e fomos para casa, nos primeiros dias, fiquei envergonhada, porém, com o jeito que eles me tratavam, muito bem por sinal, aos poucos comecei a me sentir em casa, antes queria a minha vida de volta, agora porém, não me sinto mais brasileira, não quero ir embora daqui.



Espero que tenham gostado, até o próximo. ;**

O beijo.

     Aqueles que já beijaram, sabem das sensações que traz o beijo. O famoso "kiss" acelera o coração e traz um sentimento de felicidade incrível, faz com que você goste ainda mais da pessoa que beijou, ou fazia a algum tempo.
     O beijo foi uma coisa muito valiosa antigamente, porém, foi banalizado, hoje em dia, as pessoas se beijam sem saber ao menos o nome do outro. Em outros tempos, o beijo era a maior prova de amor que alguém poderia dar, hoje, os beijos são dados em oito, nove, ou mais pessoas por noite.
    Concluindo, o beijo deveria ser valorizado novamente, não tão banalizado como é hoje, sendo assim, ocorrerá também a valorização das pessoas.


Espero que tenham gostado, até a próxima ;)