Recebam no email (=

Leitores lindos *-*

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Redução da maioridade penal.

   Hoje em dia a criminalidade está muito comum, e não só por homens formados, mas também por adolescentes, ou até mesmo crianças, os pestinhas de vez em quando tem até alguma arma, na maioria das vezes elas são pobres e por isso roubam, por querer ter o que por si próprio não tem. Grande parte do problema, é responsabilidade do governo, pois a má distribuição de renda dá poder a alguns e tira de outros.
 
   O grande problema da maioria dos criminosos é o fato de querer o que não pode ter. Deveria ser permitido sim a redução da maioridade penal, pois assim, pode ser que venha a diminuir bastante a criminalidade, porém, teria que ser feito também, várias novas cadeias, e teria que ser bem organizado, e reeducar todos os adolescentes, mas o Brasil não tem organização o suficiente para fazer isso.
 
   Se o Brasil desse a renda certa para todos, as pessoas não precisariam roubar, nem matar para ter o que querem, e não precisaria da redução da maioridade penal, pois os adolescentes não precisariam pegar coisas dos outros pra ter o que querem.





Espero que tenham gostado, até os próximos textos ;***

Minha primeira vez na Inglaterra.

   Estava no aeroporto me despedindo dos meus amigos, da minha família, e do meu namorado, o frio na barriga era grande, afinal, meu primeiro programa de intercâmbio e eu viveria uma vida nova na Inglaterra, ganharia uma nova família, uma nova casa, novos amigos, escola, entre outras coisas.
   Em minha volta, todos choravam, inclusive eu, seria um ano longe de todos, de tudo, teria que aprender a viver uma nova vida em Brighton.
   Chegou a hora, a partir do momento que entrei naquele túnel que me levaria ao avião, eu parei de sentir meu corpo, meu coração parou, e a partir desse momento o coração de uma nova Caroline nascia, fomos de Belo Horizonte até o Rio de Janeiro para fazer a conexão dos outros intercambistas para os seus devidos aviões, o voo foi longo, metade do tempo chorando e a outra metade dormindo, todos a minha volta tentavam me animar, em vão. Particularmente, eu tive medo de descer do avião, mas vamos lá.
   Peguei minhas malas e fui para o local onde minha nova família me esperava, a minha "irmã" veio correndo em minha direção e arranhando um português que me fez rir disse que eles estavam felizes em me receber e fomos para casa, nos primeiros dias, fiquei envergonhada, porém, com o jeito que eles me tratavam, muito bem por sinal, aos poucos comecei a me sentir em casa, antes queria a minha vida de volta, agora porém, não me sinto mais brasileira, não quero ir embora daqui.



Espero que tenham gostado, até o próximo. ;**

O beijo.

     Aqueles que já beijaram, sabem das sensações que traz o beijo. O famoso "kiss" acelera o coração e traz um sentimento de felicidade incrível, faz com que você goste ainda mais da pessoa que beijou, ou fazia a algum tempo.
     O beijo foi uma coisa muito valiosa antigamente, porém, foi banalizado, hoje em dia, as pessoas se beijam sem saber ao menos o nome do outro. Em outros tempos, o beijo era a maior prova de amor que alguém poderia dar, hoje, os beijos são dados em oito, nove, ou mais pessoas por noite.
    Concluindo, o beijo deveria ser valorizado novamente, não tão banalizado como é hoje, sendo assim, ocorrerá também a valorização das pessoas.


Espero que tenham gostado, até a próxima ;)

Gente...

Postarei, alguns de meus textos aqui no blog, espero do fundo do meu coração que vocês gostem, beijinhos =*

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Resenha: O diabo veste prada.


Bom gente, hoje eu tava aqui com o Léo (meu baby), e tínhamos que fazer uma resenha como trabalho da ETEC dele,  não ficou tãooooo resenhado como eu faço,  pois foi uma coisa mais formal e pequena, mas vamos lá, espero que gostem...


O filme “O diabo veste prada” relata a história de uma recém formada em jornalismo, chamada Andréa, que busca uma oportunidade em uma revista de moda em New York, contudo, depois de um tempo, ela percebe que não era bem o que estava esperando, sua chefe Miranda, de um doce de pessoa, acaba se mostrando um “monstro” em relação a sua postura profissional, diante ao auge da empresa, adquire uma posição rígida em relação as seus funcionários, de modo que não se importa com a vida social e emocional de seus colaboradores.
Miranda se mostra uma profissional com temperamento difícil, além de que também é uma mulher muito ambiciosa, que transforma de um simples acessório em moda, e arrecada milhões com a sua revista.
Tem como objetivo explorar o máximo de seus funcionários e sem perder a elegância, se demonstrava tão culta que qualquer pessoa no mundo faria de tudo para ter sua revista em mãos, criou não apenas moda e sim um legado e virou lenda.
Concluindo, Miranda, apesar de seu temperamento difícil é uma profissional tão apreciada que qualquer garotinha que fosse viciada em moda, daria tudo para ter ao menos uma revista dela.

Espero que tenham gostado, até a próxima, beijão =*